slideslideslide

Tributo

 

A HOMENAGEM
 

“O Papa do Ziriguidum foi implacável em sua luta feroz contra um Brasil colonizado, contra as injustiças e preconceitos. Apaixonado por nossas raízes – especialmente pelo batuque do samba – raciocínio rápido e antropólogo prático, em seus shows que romperam fronteiras Oswaldo Sargentelli celebrou a mulata, estereótipo que povoa o imaginário. Ele está para o samba assim como Jorge Amado está na literatura e Di Cavalcanti na pintura".

 

MELHORES MOMENTOS

Tecnologia do Google TradutorTradutor